Espero-te

Quero poder sorrirSorrir contigo em mente,Nem me atrevo a pensarEm sorrir para tanta gente. Suporto a distância, O frio no pensamento,Não consigo calar,Todo este contentamento É ou talvez seja, um contentamento descontenteNão quero que ninguém veja,Por isso fecho os olhos,E sento-me à tua frente Deixas a meu lado,Um qualquer algo que não perceboFico aqui sentado,Sózinho […]

O que dizes tu?

Ora então vamos lá devolver a este blog, a essência presente no seu título.Ora o que venho aqui hoje expôr, é a triste constatação da realidade em que vivemos.Nos dias de hoje, estou farto de ter cada vez amigos presenciais, e cada vez mais amizades mantidas apenas com o forçado recurso a “zingarelhos” tecnológicos, gadgets […]